Resenha de Gone


Gone - Michael Grant

Os adultos sumiram. Só quem tem menos de 15 ficou. Não há saída. Não há como se comunicar com o restante do mundo - se ele ainda existe - nem como pedir ajuda. Além disso os animais e os jovens estão mudando, desenvolvendo mutações, poderes antes considerados impossíveis.
O caos domina e cada um terá que escolher um lado na batalha contra os que querem dominar esse novo mundo.

Eu comprei esse livro só pra fugir um pouco dos romances que eu tenho lido ultimamente, não esperava muito dele, mas me surpreendi. Muito.
Quando meus amigos me perguntavam sobre ele eu dizia que era uma mistura de Lost com Heroes e X-men, o que é um pouco, mas não se limita a isso.
O livro nos mostra como seria um mundo apocalíptico em que crianças teriam que tomar as decisões mais adultas possíveis, em que elas sofreriam mutações e ganhariam poderes enormes e não teriam ideia de como lidar com isso.
O personagem principal foi uma das coisas que mais me chamou a atenção. Sam não é o herói altruísta com o qual estamos acostumados: todos esperam algo dele pois ele é um lider nato e poderoso, mas ele não quer essa responsabilidade, ele odeia se sentir pressionado e tem muito medo de errar porque um simples erro dele pode causar grandes consequências.
As cenas de ação são ótimas, algumas me deixaram com o queixo caído. Existem grandes conflitos morais e algumas cenas tão tensas que eu parei de respirar.
A descrição algumas vezes é tão precisa e realista que você imagina a cena perfeitamente, mesmo sem querer, pois algumas são bastante pesadas e que quase chegam a um livro de terror.
O suspense é maravilhoso, no começo de cada capítulo há uma contagem regressiva que te deixa com uma curiosidade enorme e não lhe faz querer largar o livro até que ela chegue em 0.
Apenas o final deixou um pouco a desejar, mas acho que é só para a vontade de ler Hunger aumentar, o que é um fato: não vejo a hora de ter a continuação em minhas mãos.

Beijos.

3 comentários:

  1. u.u
    gostei do livro!
    Bjoos.
    www.laialisafa.tk

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falarem muito bem deste livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá, esta obra me parece interessante.
    Faz-me lembrar de Blecaute do Marcelo Rubens Paiva. E também de Intermitências da Morte, do Saramago. Tenho livros para trocar, te interessa?
    Outra coisa, esse plano de fundo é lindo, mas dificulta muito a nossa leitura. obrigada e já te sigo.
    Siga-me também. Estou pronta para participar de promoções, me avisem quanto tiverem!
    Abraços. Jozi Elen, O Lugar das Cores escritas

    ResponderExcluir